Hoje,28 de maio de 2022

Bolsonaro rebate Kevin McHale sobre censura de filme: “tenho mais o que fazer”



O presidente Jair Bolsonaro, usou o Twitter para rebater as acusações de que teria censurado a exibição do filme, “Boy Erased” no Brasil.

“Fui informado de que um ator americano está me acusando de censurar seu filme no Brasil. Mentira! Tenho mais o que fazer. Boa noite a todos”, Twittou, Bolsonaro.

“Boy Erased” deveria ter estreado nos cinemas brasileiros no dia 31 de janeiro, como estava previsto no cronograma da Universal Pictures. A distribuidora vinha divulgando o longa-metragem desde o ano passado e a produção havia ganhado trailer legendado e cartaz em português. A estreia, contudo, não aconteceu.

O filme faz uma crítica à chamada “cura gay”. Na história, o filho de um pastor batista é forçado pelos pais a participar de um programa de “conversão sexual” para se enquadrar no padrão heterossexual. Isso existe de verdade nos Estados Unidos: cerca de 77 mil pessoas estão submetidas – atualmente – a “terapias de conversão” no país. A Organização Mundial da Saúde (OMS) condena essas “terapias”, porque a homossexualidade não é uma doença para ser curada.

O escritor Garrard Conley, autor do livro no qual o filme se baseia, twittou: “Boy Erased censurado no Brasil. Eu senti que isso iria acontecer e é muito triste que esse tipo de coisa esteja acontecendo em um país maravilhoso”. O ator Kevin McHale, o artie da série “Glee”, fez duras críticas pelo Instagram: “meus caros brasileiros, o filme ‘Boy Erased’ foi banido no Brasil. Seu presidente está censurando conteúdo LGBT+. Banir um filme sobre os perigos da terapia de conversão é PERIGOSO! Bolsonaro é uma ameaça às vidas LGBTQ+. Eu te amo, Brasil, e vou lutar com vocês”.

ASSISTA O TRAILER DO FILME

FONTE: Portlal Pop Line

 

Compartilhar

Política de Privacidade dos Comentários

Os comentários regidos pelos leitores NÃO representam a opinião do Portal Coelho News. tendo como a autoria e total responsabilidade do autor da mensagem. Ofensas, preconceitos, ou qualquer mensagem que incita o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas.

O objetivo do painel de comentários é promover o direito da liberdade de expressão, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade, abrindo espaço para um debate de acordo com o tema da matéria.

O Redator-Chefe do Portal Coelho News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido!