Hoje,25 de maio de 2022

Uemianos manifestam contra a UEMA Leste

Uemianos manifestam contra a Universidade do Leste do Maranhão.

LEIA NA ÍNTEGRA A CARTA QUE CIRCULA EM MANIFESTO CONTRA A UEMA LESTE.

MANIFESTO CONTRA A UEMALESTE.
UEMA FORTE É UEMA UNIDA! CHEGA DE DIVISÃO!
Professores, servidores e alunos dos Centros de Estudos Superiores de Caxias, Codó, Coelho Neto, Coroatá e Timon, vimos por meio deste, firmar nosso posicionamento CONTRÁRIO à proposição de nova divisão da UEMA, sob o nome de “regionalização”, sugerindo a criação de uma Universidade do Leste do Maranhão.
Este “movimento”, instigado por agentes externos à universidade, cujos interesses são meramente politiqueiros, não se baseia em estudo ou planejamento, alegando ser sucesso em outros estados como BA, CE e PR. Total desconhecimento! Vide a recente Carta de Londrina, assinada por todos os reitores das estaduais do Paraná, que denunciam o abandono intencional da educação superior, agravada pelo enfraquecimento causado pelas divisões.
O discurso de “independência” e “autonomia”, neste contexto, é falacioso! A UEMA, e seu apêndice, a UEMASUL, não possuem autonomia financeira, dependem totalmente dos recursos do tesouro estadual, fortemente reduzidos nos anos 2014, 2015 e 2016. Por que não repassam os 5% à Universidade? Isso nunca ocorreu. Isso seria autonomia. Os cortes de recursos da UEMA em 8 anos passam de 1 bilhão de reais!!!!!
Não haverá “Nova Universidade”, o que há é a tentativa rasteira e oportunista de desmembrar, dividir a UEMA, como ocorreu na UEMASUL, que nem credenciada e reconhecida como universidade é. Não queremos loteamento político dos cargos acadêmicos, não queremos que cursos voltem a ser criados em palanque, sem as condições materiais e financeiras necessárias.
Diante da atual situação de crise fiscal e econômica do Brasil e, por conseguinte, do Estado do Maranhão, não podemos fechar os olhos para as dificuldades que enfrentaremos já no presente e também no futuro. Vemos como uma IRRESPONSABILIDADE dividir, porque nenhum benefício traz, apenas cargos para quem quer poder e projeção. Ademais, hoje a UEMA possui 12 Centros que não têm prédio próprio, professores efetivos, nem servidores do quadro efetivo e nem tem perspectivas de realização de concursos públicos para o quadro de técnicos, algo que compete ao Governo do Estado autorizar e que a UEMA reivindica há 23 anos. Por que não tem? Alegam falta de recursos! São cortes e mais cortes, culpam a crise. Então vai ter recurso para 2, 3, 4 universidades? Enganação! Não vamos admitir.
A solução para nossos problemas não está na divisão, na canibalização intencional da UEMA, para atender a interesses escusos, sem pensar nas consequências, haja vista os exemplos de Universidades Brasil afora que se encontram em crise e prestes a fechar suas portas. O enfraquecimento de uma Universidade como a UEMA naõ é por acaso, ela atende aos interesses de elites financeiras e de poder.
Portanto, partindo do princípio do cumprimento da sua função social e acadêmica, nós registramos e manifestamos a defesa da manutenção da sua estrutura atual, com o objetivo de não inviabilizar seu projeto de desenvolvimento.
Caxias quer mais Obras, Salas, Equipamentos, Concursos Públicos, Plano de Cargos e Carreira? Os demais campi também querem. Mas difícil será atingir os objetivos se a UEMA for fragmentada, pois o que se divide, se enfraquece! Ao contrário, deve-se pensar e planejar uma IES unida e forte, com um projeto de investimentos de longo prazo (e não promessas vazias), que permita a continuidade da execução de sua missão de formar de mulheres e homens com dignidade e inclusão social.
Com o sentimento de pertencimento a esta Universidade, orgulho dos maranhenses, e compromisso com a sua missão e sua história, temos a certeza de que a comunidade acadêmica abraçará essa bandeira: UEMA FORTE É UEMA UNIDA! CHEGA DE DIVISÃO!
Reproduzido de um arquivo PDF enviado à grupos de WhatsApp

Compartilhar

Política de Privacidade dos Comentários

Os comentários regidos pelos leitores NÃO representam a opinião do Portal Coelho News. tendo como a autoria e total responsabilidade do autor da mensagem. Ofensas, preconceitos, ou qualquer mensagem que incita o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas.

O objetivo do painel de comentários é promover o direito da liberdade de expressão, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade, abrindo espaço para um debate de acordo com o tema da matéria.

O Redator-Chefe do Portal Coelho News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido!