Hoje,1 de abril de 2020

Venezuelanos invadem Teresina pedindo esmolas em semáforos e prefeitura orienta a população a não fazer doações

 5 total views

Imagem/Internet

Distribuídos em quatro abrigos em Teresina, a presença dos venezuelanos nos sinais de trânsito tem crescido e chamado a atenção da população com a mudança no cenário das ruas, desde maio quando chegaram os primeiros grupos. Imigrantes mulheres acompanhadas de crianças, muitas delas de colo, passaram a percorrer as ruas da capital em busca do que chamam de “coletas”, pequenas doações em dinheiro e comida.

Em entrevista nesta terça-feira (18), o secretário municipal de Cidadania, Assistência Social e Politicas Integradas (SEMCASPI), Samuel Silveiro, foi bem direto quando pediu a população para não fazer doações nas ruas. “Nós não podemos fortalecer a mendicância, independente de qualquer contexto, de qualquer peculiaridade da culturas desse nossos irmãos venezuelanos que chegam a nossa cidade”, aconselhou.

Para o secretário, as doações devem ser feitas de maneira organizada pelas entidades da sociedade civil. “A entrega da esmola contraria toda a organização que estamos querendo fazer para acolher sem ferir a legislação do nosso país. É sabido por todos que esta situação e crianças em sinais vai de encontro, contraria, a nossa legislação”, alegou Samuel, adiantando que os Conselhos Tutelares devem fortalecer o monitoramento das crianças nas ruas.

A presença dos venezuelanos no Piauí motivou a vinda de representantes do Ministério da Cidadania e da Organização das Nações Unidas (ONU). O governo do Estado se comprometeu com a estruturação de quatro abrigos na capital. “A prefeitura faz o acompanhamento psicossocial e gestão dos abrigos”, explica Samuel.

Ainda de acordo com o secretário, o governo Federal se dispôs a liberar uma ajuda financeira humanitária para o Piauí, os recursos estão em aprovação. Ele também explica que o ministério repassou um histórico dos grupos para a prefeitura. “Eles recebiam uma ajuda financeira muito similar com o Bolsa Família aqui no nosso país. Essa ajuda acabou, foi cessada, e com isso eles vêm se espalhando pelo nosso território”, informou Samuel.

Segundo o secretário, as lideranças dos grupos de imigrantes dizem que o objetivo deles é chegar à Argentina.

FONTE: cidadeverde.com

Facebook Comments

Política de Privacidade dos Comentários

Os comentários regidos pelos leitores NÃO representam a opinião do Portal Coelho News. tendo como a autoria e total responsabilidade do autor da mensagem. Ofensas, preconceitos, ou qualquer mensagem que incita o ódio e a violência, ou ainda acusações levianas não serão aceitas.

O objetivo do painel de comentários é promover o direito da liberdade de expressão, respeitando o mínimo de bom senso e civilidade, abrindo espaço para um debate de acordo com o tema da matéria.

O Redator-Chefe do Portal Coelho News poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Share

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido!